quarta-feira, 29 de maio de 2019

FORMAÇÃO DE DISCÍPULOS MISSIONÁRIOS: CATEQUISTAS E EVANGELIZADORES DA CIDADE DE SANTOS - DIOCESE DE SANTOS.




A Comissão para a Animação Bíblico Catequética da Diocese de Santos está convocando todos os Evangelizadores e Catequistas de criança, jovens e adultos (Batismo, Crisma e Eucaristia), Pastoral da Liturgia, e a Comissão de Iniciação à Vida Cristã Paroquial para participar de uma Formação que será na cidade de Santos, na Catedral Nossa Senhora do Rosário - Diocese de Santos, dia 01 de junho às 8h30.







TEMA: PROCESSO DA INICIAÇÃO À VIDA CRISTÃ NA ETAPA DO CATECUMENATO, UM TEMPO DE APROFUNDAMENTO.

OBJETIVO 1: Proporcionar uma compreensão da Palavra de Deus em vista do amadurecimento da Fé e sua vivencia em nossa vida.

OBJETIVO 2: Aprofundamento do Processo da Iniciação à Vida Cristã na etapa do Catecumenato.



Palestrante: Padre Aparecido Neres Santana


LOCAL: Catedral Nossa Senhora do Rosário





Telefone: (13) 3224-1593 / 3232-4593
Endereço: Praça Patriarca José Bonifácio, s/nº. 
Bairro: Centro
Cidade: Santos
Dia: Sábado, 01 de junho de 2019.
Hora: 8h30.

Trazer a Bíblia e o Itinerário Catequético.

Participem!

Esta formação acontecerá em todas as cidades de nossa Diocese. Mais informações em sua Paróquia.

Comissão AB-C da Diocese de Santos







sábado, 25 de maio de 2019

FORMAÇÃO DE DISCÍPULOS MISSIONÁRIOS: CATEQUISTAS E EVANGELIZADORES DA CIDADE DE PERUÍBE - DIOCESE DE SANTOS.



Aconteceu neste sábado dia 25 de maio a Formação de Discípulos Missionários: Catequistas e Evangelizadores a formação aconteceu na cidade de Peruíbe, Paróquia São João Batista.






Participaram 64 catequistas e contamos com a presença do pároco padre Marco Antônio Rossi.



Palestrante foi Padre Aparecido Neres Santana.




TEMA: PROCESSO DA INICIAÇÃO À VIDA CRISTÃ NA ETAPA DO 

CATECUMENATO, UM TEMPO DE APROFUNDAMENTO.


















A Comissão ABC agradece a acolhida de todos da Comunidade.

Esta mesma formação estará acontecendo em todas as cidades de nossa Diocese.

Próxima será na cidade de Santos, Local Catedral Diocesana de Santos no dia 01 de junho as 8h30.

Fotos: Paróquia São João Batista. Pascom. 

terça-feira, 21 de maio de 2019

FORMAÇÃO DE DISCÍPULOS MISSIONÁRIOS: CATEQUISTAS E EVANGELIZADORES DA CIDADE DE PERUÍBE - DIOCESE DE SANTOS.


A Comissão para a Animação Bíblico Catequética da Diocese de Santos está convocando todos os Evangelizadores e Catequistas de criança, jovens e adultos (Batismo, Crisma e Eucaristia), Pastoral da Liturgia, e a Comissão de Iniciação à Vida Cristã Paroquial para participar de uma Formação que será na cidade de Peruíbe, na Paróquia Matriz São João Batista, dia 25 de maio às 14h.


TEMA: PROCESSO DA INICIAÇÃO À VIDA CRISTÃ NA ETAPA DO CATECUMENATO, UM TEMPO DE APROFUNDAMENTO.

OBJETIVO 1: Proporcionar uma compreensão da Palavra de Deus em vista do amadurecimento da Fé e sua vivencia em nossa vida.

OBJETIVO 2: Aprofundamento do Processo da Iniciação à Vida Cristã na etapa do Catecumenato.


Palestrante: Padre Aparecido Neres Santana



LOCAL: Paróquia Matriz São João Batista

Telefone: (13)3455-1491
Endereço: Praça Mons. Lino dos Passos, 52.
Bairro: Centro 
Cidade: Peruíbe. 
Dia: Sábado, 25 de maio de 2019.
Hora: 14h.

Trazer a Bíblia e o Itinerário Catequético.

Participem!

Esta formação acontecerá em todas as cidades de nossa Diocese. Mais informações em sua Paróquia.

Comissão AB-C da Diocese de Santos

sábado, 18 de maio de 2019

Formação de Discípulos Missionários: Catequistas e Evangelizadores da cidade do Guarujá


Aconteceu neste sábado dia 18 de maio às 14h a Formação de Discípulos Missionários: Catequistas e Evangelizadores da cidade do Guarujá.

Tema: Processo da Iniciação a Vida Cristã na Etapa do Catecumenato, um tempo de aprofundamento. 

Palestrante: Padre Aparecido Neres Santana,CSS
O encontro aconteceu na Paróquia Matriz Senhor Bom Jesus. Vila Zilda. Contou com a presença de 83 discípulos missionários.
A Comissão agradece a acolhida da Comunidade e a Carta escrita pelo Pároco Elmiran, acolhendo-nos em sua paróquia.
Momento da leitura da Carta escrita por Padre Elmiran.












Esta mesma formação estará acontecendo em todas as cidades de nossa diocese, mais informações com sua coordenadora paroquial ou com a Comissão de IVC Paroquial.

Comissão AB-C Diocese de Santos

Fotos: Comissão AB-C e da Paróquia Senhor Bom Jesus.

Próxima formação será na cidade de Peruíbe, dia 25 de maio às 14h,
Paróquia São João Batista.

segunda-feira, 13 de maio de 2019

FORMAÇÃO DE DISCÍPULOS MISSIONÁRIOS: CATEQUISTAS E EVANGELIZADORES DA CIDADE DO GUARUJÁ - DIOCESE DE SANTOS.




A Comissão para a Animação Bíblico Catequética da Diocese de Santos está convocando todos os Evangelizadores e Catequistas de criança, jovens e adultos (Batismo, Crisma e Eucaristia), Pastoral da Liturgia, e a Comissão de Iniciação à Vida Cristã Paroquial para participar de uma Formação que será na cidade do Guarujá, na Paróquia Matriz Senhor Bom Jesus, dia 18 de maio às 14h.






TEMA: PROCESSO DA INICIAÇÃO À VIDA CRISTÃ NA ETAPA DO CATECUMENATO, UM TEMPO DE APROFUNDAMENTO.

OBJETIVO 1: Proporcionar uma compreensão da Palavra de Deus em vista do amadurecimento da Fé e sua vivencia em nossa vida.

OBJETIVO 2: Aprofundamento do Processo da Iniciação à Vida Cristã na etapa do Catecumenato.


Palestrante: Padre Aparecido Neres Santana


LOCAL: Paróquia Matriz Senhor Bom Jesus



Telefone: (13)3355-1887
Endereço: Rua Heleno Corrêa de Lima, 365.
Bairro: Vila Zilda
Cidade: Guarujá
Dia: Sábado, 18 de maio de 2019.
Hora: 14h.

Trazer a Bíblia e o Itinerário Catequético.

Participem!

Esta formação acontecerá em todas as cidades de nossa Diocese. Mais informações em sua Paróquia.

Comissão AB-C da Diocese de Santos

terça-feira, 7 de maio de 2019

ENCONTRO DOS PADRES E ASSESSORES EM CAMPOS DO JORDÃO, 07 A 09 DE MAIO DE 2019.

Comissão Pastoral para a Animação Bíblico Catequética do Regional Sul 1 da CNBB:



Iniciou nesta terça feira dia 07 de maio na Vila Dom Bosco em Campos do Jordão SP, o encontro anual de Padres Assessores de Catequese do Regional Sul 1 da CNBB. Este encontro acontecerá até o dia 09 de maio 2019. 

O Tema a ser desenvolvido:
   

O assessor mistagogo: pistas de ações pastorais para a formação de equipes diocesanas”. 


Coordenador Regional Sul 1 
  Padre Marcelo Machado









Palestrante: Pe Abimar Oliveira de Moraes PUC RIO - Arquidiocese do Rio.



Participa de Nossa Diocese Padre Aparecido Neres Santana, CSS
Assessor Eclesiástico da Comissão AB-C da Diocese de Santos;

domingo, 5 de maio de 2019

ARTIGO DE MAIO DE 2019 - PADRE APARECIDO NERES SANTANA, CSS

A confiança e a fé na Palavra de Jesus.

Neste Artigo Bíblico-Catequético-Missionário, do 3° Domingo da Pascoa do Ano C, refletiremos o Evangelho de Jesus Cristo, segundo São João (Jo 21,1-19): o encontro de Jesus Ressuscitado com alguns dos seus apóstolos junto ao lago da Galileia. Este encontro está descrito com clara intenção catequética. É o último diálogo de Jesus com os discípulos, num encontro celebrativo, marcado pela ternura e pelo carinho: “Simão, fi lho de João, tu me amas mais do que estes”? (Jo 21,15). A chave de leitura está no simbolismo da pesca no meio do mar. Nota-se aqui que apenas a presença de Jesus Ressuscitado pode dar eficácia ao trabalho evangelizador dos discípulos. Podemos perceber que o teor do texto não está ancorado na Cristologia, mas na Eclesiologia. Na primeira parte (Jo 1-14) temos duas cenas: a pesca milagrosa e a refeição (simbolismo do banquete). É uma cena convivial, isto é, comunitária. Entre os vários discípulos presente na cena, destacam-se Pedro e João. Pedro, toma a iniciativa – “vou pescar” (Jo 21,3), e João reconhece Jesus - “é o Senhor” (Jo 21,70. Destaca-se primeiro a fi gura de Pedro – Ele toma a iniciativa de ir pescar (v.3), é o primeiro a correr ao encontro do Senhor (v.7) e traz para a praia a rede cheia de peixes (v.11). Como salientado acima, o tema central da perícope é o sentido eclesiológico da pesca. Aqui temos 3 elementos que chamam atenção: o contraste entre o esforço estéril dos discípulos (nada conseguiram pescar), entregues a si mesmo (v.3), e a abundância da pesca realizada a convite do Senhor (v.7); o simbolismo dos 153 peixes grandes (v.11) e a observação de que, apesar do grande número de peixes, a rede não rasgou (v.11). Portanto, o significado eclesiológico é claro: o milagre da pesca alude à Missão. A semelhança entre a “pesca milagrosa” e a “missão da Igreja” deve ser vista em nível profundo. É a confiança e a fé na Palavra do Senhor que fez a rede se encher, isto é, a comunidade crescer. É a semente da Palavra do Senhor que dá eficácia ao trabalho apostólico dos discípulos. “Lançai a rede mais uma vez’ (Lc 21,6), e mesmo cansado, o discípulo deve acreditar e fazer mais um esforço. É no limite das forças humanas que entra a Palavra do Senhor, é neste momento que vem os resultados. 

Para refletirmos: No fi m, Jesus chamou Pedro e perguntou três vezes: "Você me ama?" Só depois de ter recebido, por três vezes, a mesma resposta afirmativa é que Jesus deu a Pedro a missão de tomar conta das ovelhas. Para poder trabalhar na comunidade, Jesus não pergunta se sabemos muito. O que ele pede é que tenhamos muito amor! Será que o amor que Jesus nos ensina, está sendo vivido em nossa comunidade, na catequese? 

Padre Aparecido Neres Santana, CSS
Assessor Eclesiástico da Comissão AB-C Diocese de Santos.

AGENDA DO MÊS - 

Vem aí a Semana Catequética 2019. - Formações para Discípulos Missionários: Catequistas e Evangelizadores. 

Mais informações com o Coordenador da Catequese de sua Paróquia. 

Mídias de nossa Comissão: visite e entre em contato: 

Blog: www.abcdiocesedesantos.blogspot.com.br 
Facebook: www.facebook.com/abcsantos E-mail: abcdiocesedesantos@gmail.com

quarta-feira, 1 de maio de 2019

57ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil




De 1º a 10 de maio acontece no Centro de Eventos Padre Vitor Coelho de Almeida, do Santuário Nacional de Aparecida (SP), a 57ª Assembleia Geral (AG) dos Bispos do Brasil da qual podem participar, segundo o Estatuto da CNBB, os 309 bispos na ativa (com direito a voto), os 171 eméritos, os administradores apostólicos e representantes de organismos e pastorais da Igreja. Este ano, a AG tem a tarefa central de atualizar as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora (DGAE) da Igreja no Brasil para o quadriênio 2019 a 2023. A versão que os bispos aprovarão na 57ª AG, produzida inicialmente pela Comissão Especial sobre a atualização das Diretrizes da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE) 2019/2023, foi objeto de sugestões e emendas dos bispos do Brasil, dos organismos e pastorais. 
Sua atualização teve início ainda na 56ª AG do ano passado quando os bispos apontaram as primeiras sugestões. 
O arcebispo de São Luiz (MA) e presidente do Regional Nordeste 5, dom José Belisário da Silva, coordenador dos trabalhos desta comissão, lembra que a atuação da Igreja no mundo urbano, conforme já amadurecido pelos bispos do Brasil, é o foco do documento: “O texto reforça que vivemos uma cultura urbana, com predominância no país das grandes cidades”, acentua. 
A atualização das diretrizes também foi tema de discussão em duas reuniões do Conselho Permanente da CNBB em 2018, em junho e novembro. 
A comissão, especialmente montada para esta tarefa, se reuniu em agosto de 2018 para avançar no texto. Em dezembro do mesmo ano realizou a sua segunda reunião. A primeira versão “Mártir” foi enviada em janeiro deste ano ao episcopado brasileiro. A Comissão se reuniu em Sumaré (RJ), em fevereiro, com a finalidade de incorporar ao texto-matriz as sugestões de emendas enviadas pelas Igrejas particulares e organismos da Igreja. No início de março, a Comissão enviou mais uma vez o texto a todos os organismos da Igreja ainda com a possibilidade de apresentação de emendas. Segundo o presidente da Comissão Especial, o grupo recebeu significativas contribuições. 
A tendência da equipe, segundo dom Belisário, foi acolher todas as emendas propostas, exceto as que apresentam caráter contraditório. A equipe se encontrou mais uma vez antes da 57ª AG com a missão de incorporar as contribuições enviadas. É desta reunião, reforça, que saiu o texto final que será aprovado pelos bispos em Aparecida. 

Estrutura do documento 

DGAE 2019-2023 que os bispos aprovarão estão estruturadas a partir da imagem da comunidade cristã como “casa”. No centro, como eixo, está a Comunidade Eclesial Missionária, sustentada por “quatro pilares”: Palavra, Pão, Caridade e Missão. O texto está estruturado em 4 partes. A primeira, que inclui uma introdução e o 1º capítulo, aprofunda os rumos da Igreja no mundo urbano atual. O 2º capítulo aprofunda o olhar dos discípulos missionários; o 3º capítulo trata da ideia-força da Igreja nas Casas, retomando a inspiração das primeiras comunidades cristãs; O 4º, e último capítulo, constitui-se de indicadores que apontam sobre que maneira a Igreja em Missão no Brasil pode estar presente da melhor maneira possível neste novo mundo urbano.

 “Fundamentalmente, a nossa pergunta é: como a nossa Igreja no Brasil agora se coloca diante deste novo momento da realidade brasileira?”, questiona dom Belisário

O desafio, após a 57ª AG, será transformar estas Diretrizes em projetos pastorais que, respeitando a unidade da Igreja em todo o Brasil, respondam às realidades regionalmente diversificadas. 

Nova Presidência 

A 57ª AG da CNBB também tem como desafio eleger a nova presidência da CNBB para o próximo quadriênio. 

A Presidência da CNBB é composta do Presidente, Vice-presidente e Secretário-geral. A assembleia também elege 12 presidentes das Comissões Episcopais Pastorais e o delegado e o suplente junto ao Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam). Outros temas são prioritários: relatório do quadriênio, assuntos de liturgia, textos litúrgicos (CETEL), assuntos de Doutrina da Fé, relatório econômico e conjuntura eclesial: avaliação da Igreja no Brasil e da CNBB. 

Também serão abordados, no âmbito dos temas diversos, a análise sociopolítica do Brasil, a Campanha da Fraternidade em 2021, definição das Comissões Episcopais Pastorais e a 6ª Semana Social Brasileira. 12 comunicações, sobre diversos temas, integram a pauta: Laudato Si, Mês Missionário Extraordinário, Programa Missionário Nacional, Bispos Eméritos, Sínodo sobre os jovens, Sínodo Especial para a Pan Amazônia, Congresso Eucarístico Nacional, Comunhão e Partilha, Comissão para a Causa dos Santos, entre outros. Esta edição prevê, inicialmente, duas mensagens e a Carta Final, sendo uma ao Papa Francisco e outra ao Prefeito da Congregação para os Bispos. 

Programação 

A 57ª Assembleia Geral da CNBB iniciará no dia 1º/5, às 7h30, com uma missa no Santuário Nacional de Aparecida. A cerimônia de instalação da AG acontecerá no mesmo dia, às 9h15, no auditório do Centro de Eventos Padre Vítor Coelho. Todos os dias – exceto no domingo, dia 5 – serão celebradas missas com laudes, das 7h30 às 8h45, no Santuário Nacional de Aparecida. Haverá transmissão ao vivo pelas emissoras católicas de rádio e televisão. Os trabalhos da Assembleia serão desenvolvidos em quatro sessões, sendo duas pela manhã (9h15 às 12h45) e duas à tarde (15h40 às 19h30). 
As entrevistas coletivas acontecerão sempre às 15h, na Sala de Imprensa do Centro de Eventos, com a presença de três bispos designados pela Presidência da Assembleia. O porta-voz será o presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação, dom Darci Nicioli. O retiro dos bispos iniciará no dia 4/5, às 15h, e terminará no domingo, 5/5, às 11h30, com missa no Santuário. A cerimônia de posse da nova presidência está marcada para as 10h30 do dia 10/5 e na sequência a cerimônia de encerramento, no Centro de Eventos. 



Fonte: (http://www.cnbb.org.br) e Comunicação Diocese de Santos.