sábado, 30 de maio de 2020

FAZEI RESSOAR A PALAVRA DE DEUS EM TODO LUGAR!






Há dois anos atrás, estávamos em um final de semana de Pentecostes,  reunidos num “cenáculo”, nas dependências do CEFAS, para iniciar no âmbito da Diocese, a Animação Bíblica da Pastoral.

Quase todas as Paróquias, enviaram agentes interessados em ler, refletir e se apropriar da Palavra de Deus, em comunidade.

Esse desejo de formar grupos para estudar sistematicamente a Palavra, parte primeiramente de nosso Bispo Diocesano, Dom Tarcísio Scaramussa, e do Padre Aparecido Neres Santana, CSS que assumiu com muito carinho o partilhar seu vasto conhecimento em Bíblia, a Guadalupe e Francisco, incentivadores e partícipes desse momento, e vieram somar sabedoria, a Lourdes, a Salete, a Lurdinha, a Maria Helena, a Maria Emília e o Domingos.

Hoje, passados dois anos, vemos que em algumas Paróquias, as sementes entregues por Dom Tarcísio, na missa de encerramento, brotaram e estão dando frutos, por isso a Diocese, todos os anos adquire o estudo para o mês da Bíblia, que se dá em setembro, e terá como tema “O livro escolhido é o Deuteronômio” e o lema é 'Abre a tua mão para o teu irmão' extraído do livro do Deuteronômio, cap. 15, verso 11: “Nunca deixará de haver pobres na terra; é por isso que eu te ordeno: abre a mão em favor do teu irmão, do teu humilde e do teu pobre em tua terra”.
Logo em seguida, formou-se a Comissão da Animação Bíblica.

Em 2019, está comissão juntou-se à Comissão para a Animação Bíblico Catequética.
Que passou a trabalhar mais eficazmente, já que uma Palavra bem refletida, repercute satisfatoriamente na catequese e vice-versa.

Assim, neste Pentecostes de 2020, vamos voltar e fazer aquele percurso, para que a Palavra de Deus, que no passado foi fonte de vida e libertação para um povo, que hoje, ela refaça esse mesmo caminho como em Emaús, e “arda em nosso coração”, (Lc 24,32) e que possamos “ser as testemunhas até os confins da terra”. (At1,8)






Fonte: Vera Roman Torres
Comissão para a Animação Bíblico-Catequética da Diocese de Santos/SP

Padre Aparecido Neres Santana, CSS – Assessor Eclesiástico da Comissão para a Animação Bíblico-Catequética.

quinta-feira, 28 de maio de 2020

TEMA: FALAR DE DEUS NARRANDO SEU AMOR - INDICAÇÕES PARA UMA CATEQUESE NARRATIVA | COM DOM LEOMAR BRUSTOLIN.

Live #31, com Dom Leomar Brustolin é Bispo Auxiliar da Arquidiocese Porto Alegre, Doutor em Teologia Sistemática, professor na PUC-RS, membro da Comissão Episcopal Pastoral para a Doutrina da Fé da CNBB e Bispo Referencial da Iniciação à Vida Cristã na Arquidiocese de Porto Alegre.







Fonte: https://www.facebook.com/catequesepaulinas/

quarta-feira, 27 de maio de 2020

TODOS UNIDOS COM O PAPA FRANCISCO. REZEMOS!

Programe-se! É sábado!

“Aos pés de Maria, o Papa Francisco depositará as aflições e as dores da humanidade, ulteriormente agravadas pela difusão da Covid-19.”



domingo, 24 de maio de 2020

DIA MUNDIAL DAS COMUNICAÇÕES SOCIAIS

Mensagem de Dom Tarcísio Scaramussa,SDB, Bispo Diocesano de Santos para os agentes da Pastoral da Comunicação- Dia Mundial das Comunicações Sociais (Festa da Ascensão do Senhor_24/5/2020)🌸
A mensagem do Santo Padre para a data pode ser acessada aqui:



Fonte: Diocese de Santos/SP

domingo, 3 de maio de 2020

ARTIGO DE MAIO 2020 - PADRE APARECIDO NERES SANTANA, CSS




"EU SOU O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA"


Neste Artigo Bíblico-Catequético, refletiremos sobre o Mistérios Pascal do Senhor Jesus no Evangelho de São João (14, 1-12). Podemos, perceber, que o capítulo 14 é uma catequese que ensina as comunidades a viver sem o Jesus “Histórico”, isto é, sem a Sua presença. Neste início, os apóstolos as primeiras comunidades cristãs, tinham mais perguntas do que respostas, por isso, fazem tantas indagações. As inquietações de, Tomé (Jo 14, 5) e Filipe (Jo 14, 8), eram também as inquietações das comunidades. O nosso texto inicia-se com uma exortação – “Não se perturbe o coração de vocês!” (Jo 14,1).  Essa exortação indica um ambiente de medo, apreensão e de busca de respostas para a compreensão da passagem do Jesus histórico ao Jesus ressuscitado: são duas realidades. O discurso de Jesus, é no sentido de superação do medo. O medo é superado pela fé e coragem. Diante de tantas preocupações, o que fazer? Como caminhar? Como viver a fé? Por isso, o centro do texto está na resposta de Jesus, aos discípulos – “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida e Ninguém vem ao Pai se não por meio de mim” (Jo 14,6), o texto indica que devemos olhar para Jesus. Olhar para Jesus, é ouvir e ver o que ele falou e fez. Sem o Caminho não se anda. Para encontrar o Caminho é preciso saber aonde estamos, e aonde queremos chegar. Qual é a meta? Pensa no CAMINHO, especialmente, neste tempo da Pandemia do Covid 19? Qual a VERDADE, diante de tantas situações de agressões à vida? Qual a VIDA que queremos? Jesus quando nos fala do bom pastor diz -  Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância” (Jo 10,10). O Caminho, a Verdade e a Vida, é o caminho de luz, não de trevas. E, finalizando, “”ninguém vem ao Pai se não for por meio de mim”, primeiro, é uma crítica ao judaísmo, segundo, só em Jesus é que se pode e se deve ter a experiência do Pai. As palavras de Jesus são as palavras do Pai. Jesus não promete aos discípulos nenhum outro ver de Deus a não ser o ver da fé na presença de Deus, que se manifesta na aparição Histórica de Jesus. A filiação, ligação do Pai com o Filho, é a filiação e ligação do Filho com os discípulos, “Como o Pai me enviou, também eu vos envio” (Jo 20,2). Portanto, hoje, somos chamados e enviados como discípulos(as) para catequisar, e evangelizar.

 Para refletirmos:
Assim como os discípulos, temos dúvidas, medos e perturbações, especialmente neste tempo de quarentena do COVID-19, sai de casa, fica em casa. Como discípulos-missionários, entende-se que seguir Jesus como Caminho, Verdade e Vida é catequisar, fazer ressoar a palavra de fé e esperança, especialmente pelas mídias sociais, que defendam a vida.
 A vida é mais importante do que o dinheiro, o mercado. Dizia São Gaspar Bertoni, fundador da Congregação dos Estigmatinos – “Os tempos difíceis são os mais oportunos” – e a Madre Paulina – Nunca, jamais, desanimeis, embora venham ventos contrários”. Precisa dizer mais alguma coisa? Coragem! Não tenham medo!

  

Padre Aparecido Neres Santana, CSS – Assessor Eclesiástico da Comissão para a Animação Bíblico-Catequética.