quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Abertura da 4ª Semana Brasileira de Catequese

A abertura Oficial da 4ª Semana Brasileira de Catequese(SBC) se deu no dia 14 de novembro, às 20h, em
Itaici-Indaiatuba-SP com a presença de autoridades eclesiásticas e acolhida oficial dos 425 participantes.
Participaram da mesa de abertura e fizeram uso da palavra Dom Leonardo Steiner, secretário geral da CNBB, Dom Otávio Ruiz Arenas (Pontifício Conselho para a promoção da Nova Evangelização), Dom Antonio Peruzzo e Pe. Antonio Marcos Depizolli(da Comissão Bíblico-Catequética Nacional).
Lucimara Trevizan fez memória das Semanas Brasileiras de Catequese, destacando o conteúdo, detalhes dos participantes e compromissos de cada uma. 
Após a celebração de abertura, Pe. Antonio fez a acolhida, encaminhamentos da SBC e apresentação dos regionais presentes.
Fonte: http://www.catequesedobrasil.org.br/noticia/abertura-da-4-semana-brasileira-de-catequese


Hoje, 14 de novembro, em Itaici, no município de Indaiatuba (SP), começa a quarta edição da Semana Brasileira de Catequese. Em artigo para o site do episcopado paulista, o assessor da Comissão Pastoral para a Animação Bíblico-Catequética do Regional Sul 1, padre Marcelo Luiz Machado fala sobre esse evento.
“Nós ouvimos e sabemos que Ele é o Salvador do mundo” (Jo 4,42)
4ª SEMANA BRASILEIRA DE CATEQUESE
Pe. Marcelo Luiz Machado*
Dos dias 14 a 18 de novembro acontece em Indaiatuba – SP a 4ª Semana Brasileira de Catequese, que traz como tema: “A serviço da Iniciação à Vida Cristã” e com o lema inspirado no texto bíblico do diálogo de Jesus com a Samaritana (Jo 4). São cerca de 450 leigos e ministros consagrados representando os 18 regionais do país, envolvidos em um processo que tem se destacado na ação evangelizadora da Igreja no Brasil nos últimos anos: “Igreja – Casa da Iniciação à Vida Cristã”.
Como é bonito perceber que a caminhada da história pré-conciliar têm gerado muitos frutos saborosos na catequese do Brasil: em 1986, neste mesmo local se dá a Primeira Semana Brasileira de Catequese como um momento de culminância do sonhado “aggionarmento” pós Vaticano II (1962-1965), seguido do memorável programa de operacionalização do documento Catequese Renovada (1983). Esta semana trouxe como tema “Fé e Vida em comunidade: renovação da Igreja – transformação da sociedade”. Quinze anos mais tarde, inspirado no projeto eclesial Ser Igreja no Novo Milênio trouxe à tona um tema muito caro à evangelização hoje: “Com adultos, catequese adulta”. Em 2009, o mesmo mosteiro acolheu os catequistas para a Terceira Semana Brasileira de Catequese, vindo a coroar o Ano Catequético Nacional, que teve como objetivo dar novo impulso à catequese como serviço eclesial e como caminho para o discipulado, com o tema “Iniciação à Vida Cristã”.
Buscando trilhar os passos de tantos que fizeram e continuar a contar esta bonita história, foi decidido seguir o mesmo programa metodológico: a Quarta Semana Brasileira de Catequese vem avançando na tão sonhada “Igreja em saída” difundida no pontificado de Francisco. Com o Tema “A serviço da Iniciação à Vida Cristã” o objetivo é fazer ecoar mais ainda o mais recente documento aprovado pelos Bispos do Brasil: Iniciação à Vida Cristã: itinerário para formar discípulos missionários (Edições CNBB, 2017).
Com ele, decididamente, esta Semana não vem a ser um ponto de chegada, mas um ponto de partida para discernir à luz do Evangelho como nossa catequese têm, de verdade se colocado à serviço de um processo muito maior e porque não dizer desafiador hoje, que é iniciar homens e mulheres na vida nova em Cristo, como discípulos missionários, rumo às periferias geográficas e existenciais.
Oxalá consigamos fazer deste “evento” um “processo” que faça brilhar, em nossas comunidades, o testemunho alegre como o fez aquela mulher na Samaria. Estar à serviço significa, antes de tudo, colocar-se junto ao poço, fazer a experiência concreta com Jesus Cristo, para que ressoe mais uma vez aquela mensagem que trouxe esperança ao povo que vivia marginalizado: “Nós ouvimos e sabemos que Ele é o Salvador do mundo” (Jo 4,42).
* Mestrando pela Universidade Pontifícia Bolivariana, em Bogotá, Colômbia, é professor de Teologia no Centro de Estudos da Arquidiocese de Ribeirão Preto (CEARP) e Coordenador da Comissão Pastoral para a Animação Bíblico-Catequética do Regional Sul 1 da CNBB. 

Nenhum comentário: