domingo, 28 de agosto de 2016

Retiro de Catequistas – 2016 - Cidade de São Vicente - Diocese de Santos- SP

“Misericórdia – O agir de Deus em nós”



A Comissão para a Animação Bíblico–Catequética, com seu Assistente Eclesiástico Pe. Aparecido Neres Santana – realizou no dia 27 de agosto de 2016, o Retiro de Catequistas e Evangelizadores – Região São Vicente. Este mesmo retiro será realizado em todas as cidades de nossa diocese.




O encontro aconteceu na Paróquia São João Evangelista. E contou com 107 participantes.

 O Tema do Retiro: Misericórdia: O agir de Deus em nós.




Com o Objetivo de despertar o amor misericordioso de Deus em nós, que nos leve a uma conversão pessoal e pastoral e nos oriente a agir com nosso próximo, como discípulos missionários que somos. Padre Aparecido também fez uma explanação do Plano Diocesano de Evangelização.









Confira a agenda dos próximos retiros 2016:



Data
Região
Local
03 de setembro
Guarujá – 14h
Santa Rosa de Lima
17 de setembro
Cubatão – 14h
Someca – Casqueiro
24 de setembro
Centro I e II
   14h
Santa Margarida Maria



08 de outubro
Peruíbe – 14h
-
15 de outubro
Itanhaém - 08h
Nossa Senhora de Sion
22 de outubro
Bertioga – 14h
Riviera – São Lourenço
19 de novembro
Orla – 8h
Seminário Diocesano São José



Comissão para a Animação Bíblico-Catequética – Diocese de Santos - SP

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Retiro de Catequistas e Evangelizadores 2016 - Cidade de São Vicente - Diocese de Santos/SP

A comissão para à Animação Bíblico – Catequética da Diocese de Santos convida a todos os Catequistas e Evangelizadores que estão na caminhada, para participarem do retiro de catequistas que acontecerá na Paróquia São João Evangelista, Cidade de  São Vicente/SP.  Neste sábado, dia 27 de agosto das 14h até às 18h.


Tema: “MISERICÓRDIA: O agir de DEUS em nós”


Objetivo: Despertar o amor misericordioso de Deus em nós, que nos leve a uma conversão pessoal e pastoral e nos oriente a agir com nosso próximo, como discípulos missionários que somos. Orientador do retiro Pe. Aparecido Neres Santana – Assistente Eclesiástico da Comissão AB-C Diocese de Santos.


Trazer a Bíblia, um caderno e caneta para anotações.



Local do Retiro



PARÓQUIA: Paróquia São João Evangelista
Telefone: (13) 3464-7392
Endereço: Rua Marcolino Xavier de Carvalho, 26. 
Bairro: Cidade Náutica - Cj Tancredo Neves
Cidade: São Vicente 

  


Catequistas e Evangelizadores sua participação é muito importante.

AB-C Diocese de Santos 

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

“Misericórdia – O agir de Deus em nós”

Retiro de Catequistas – 2016

A Comissão para a Animação Bíblico–Catequética, com seu Assistente Eclesiástico Pe. Aparecido Neres Santana – realizou no dia 20 de agosto de 2016, o Retiro de Catequistas e Evangelizadores – Região Litoral Centro, que abrange às cidades de Praia Grande e Mongaguá. 
Este mesmo retiro será realizado em todas as cidades de nossa diocese.
O encontro aconteceu na Paróquia Nossa Senhora das Graças, Cidade Ocian, em Praia Grande. E contou com a presença de 207 catequistas e evangelizadores.
Com o Objetivo de despertar o amor misericordioso de Deus em nós, que nos leve a uma conversão pessoal e pastoral e nos oriente a agir com nosso próximo, como discípulos missionários que somos. Padre Aparecido também fez uma explanação do Plano Diocesano de Evangelização.

          

            O Tema do Retiro: "Misericórdia: O agir de Deus em nós."




    

                                       
  Acesse aqui as fotos: 

Confira a agenda dos próximos retiros 2016:

Data
Região
Local
27 de agosto
São Vicente – 14h
Paróquia São João Evangelista
03 de setembro
Guarujá – 14h
Santa Rosa de Lima
17 de setembro
Cubatão – 14h
Someca - Casqueiro
24 de setembro
Centro I e II
   14h
Santa Margarida Maria
01 de outubro
Mongaguá – 14h
Nossa Senhora Aparecida
08 de outubro
Peruíbe – 14h
----------------------------
15 de outubro
Itanhaém – 8h
Nossa Senhora de Sion
22 de outubro
Bertioga – 14h
Riviera – São Lourenço
19 de novembro
Orla – 8h
Seminário Diocesano São José


Comissão para a Animação Bíblico-Catequética – Diocese de Santos - SP

domingo, 21 de agosto de 2016

Formação Bíblica - Diocese de Santos -SP

UM ESTUDO DE GÊNESIS  1-11

A Comissão para a Animação Bíblico-Catequética da Diocese de Santos realizará no próximo dia 31 de agosto, quarta-feira um Encontro de Formação Bíblica das 14h às 18h, na Paróquia Sagrado Coração de Jesus – Telefone: (13)3236-8155 endereço Av. Bartolomeu de Gusmão, 114. Bairro: Aparecida - Cidade: Santos /SP - CEP: 11045-401  -

Com a assessoria do Padre Aparecido Neres Santana.

Fonte de estudo: Genesis 1,11



Tragam a Bíblia, caneta e um caderno para anotações.


Todos estão convidados.

Comissão AB-C Diocese de Santos

domingo, 14 de agosto de 2016

Retiro de Catequistas e Evangelizadores 2016 - Cidade de Praia Grande - Diocese de Santos/SP

A comissão para à Animação Bíblico – Catequética da Diocese de Santos convida a todos os Catequistas e Evangelizadores que estão na caminhada, para participarem do retiro de catequistas que acontecerá na Paróquia Nossa Senhora das Graças, Cidade de  Praia Grande/SP.  Neste sábado, dia 20 de agosto das 08h. até às 12h.





Tema: “MISERICÓRDIA: O agir de DEUS em nós”


Objetivo: Despertar o amor misericordioso de Deus em nós, que nos leve a uma conversão pessoal e pastoral e nos oriente a agir com nosso próximo, como discípulos missionários que somos. Orientador do retiro Pe. Aparecido Neres Santana – Assistente Eclesiástico da Comissão AB-C Diocese de Santos. 

Trazer a Bíblia, um caderno e caneta para anotações.


Local do Retiro - PARÓQUIA: Nossa Senhora das Graças - Praia Grande



  
TEL: (13)3494-5242  e FAX: (13)3471-1461
ENDEREÇO :Praça Roberto Andraus, 11. 
BAIRRO: Cidade Ocian CIDADE: Praia Grande
E-MAIL: secretaria@paroquiadapraiagrande.com


Catequistas e Evangelizadores sua participação é muito importante.

AB-C Diocese de Santos 

domingo, 7 de agosto de 2016

Artigo de agosto de 2016 - Pe. Aparecido Neres Santana

VOCAÇÃO MISSIONÁRIA–CHAMADO AO DISCIPULADO


“De todos os cantos e de todos os jeitos, somos catequistas!
Nossa missão é sermos missionários”.
Parabéns Catequistas!

Neste Artigo, ênfase é à Vocação Missionária. Até porque, toda vocação, partindo do paradigma cristão, deve ser missionária. Neste mês de agosto, celebraremos nos domingos, os chamados bem específicos: aos Sacerdotes; à Família; à Vida Consagrada e Religiosa e aos Leigos(as).
No Evangelho do 20° domingo, Jesus afirma – “Eu vim para lançar fogo sobre a terra, e como gostaria que já estivesse aceso” ... e a “divisão” (Lc 12, 49-51). Nesta última etapa da vida terrena, Jesus fala em “lançar fogo sobre a terra”. Primeiro, O fogo é o símbolo do Espírito Santo (At 2, 3-4), que queima os corações com o ardor missionário, faz apaixonar-se pela missão. Como também a imagem do batismo (Lc 3,16).  Segundo, há que se tomar partido pró ou contra Jesus, isto é, pró ou contra, os mais pobres, pró ou contra o Reino, pró ou contra a vida. A pessoa chamada a seguir Jesus, o discípulo-missionário deve fazer opção pelo Reino de Deus. Fazer opção é deixar as práticas antigas, seja políticas, econômicas e especialmente as religiosas do judaísmo. Terceiro, a “urgência” do Reino, “como gostaria que já estivesse aceso”, é o tempo da decisão, sem possibilidades de adiamentos e demoras, como afirma o Papa Francisco – “É vital que hoje a Igreja saia para anunciar o Evangelho a todos, em todos os lugares, em todas as ocasiões, sem demora, sem repugnâncias e sem medo” (EG 23).  
Finalmente, nos evangelhos, o chamado de Jesus não é coisa de um só momento, mas para a vida toda. Acolher o chamado exige, renúncia, decisão e compromisso. Mas a tônica do chamado, não está na renúncia, mas no amor que dá sentido à vida. Ademais, não importa a pastoral ou movimento em que participe, o cristão é missão (?). A vocação é sempre missionária, o chamado é pra missão.
Aprofundamento: Será que estou entendendo o real significado do “lançar fogo sobre a terra” de Jesus, que faz brotar em mim, uma vocação madura, me tornando um verdadeiro discípulo missionário seguidor de Jesus?
AGENDA
Ø  Mídias de nossa Comissão: visite e entre em contato!


Pe. Aparecido Neres Santana – Assistente Eclesiástico da Comissão AB-C

sábado, 6 de agosto de 2016

Programação da Semana Diocesana da Família - 2016




SEMANA DIOCESANA DA FAMÍLIA.
(Confira a programação de sua paróquia)
13 de agosto - 19h30 - Igreja N. Sra. da Lapa - Cubatão - Abertura Diocesana da Semana da Família, com missa presidida por Dom Tarcísio Scaramussa,SDB, Bispo Diocesano de Santos - Av. 9 de Abril, 1947 - Centro.
14/8 - Abertura da Semana da Família nas paróquias.
Homenagem às famílias nos municípios da Baixada Santista
15/8 - 2ª-f - 19h - Câmara de Praia Grande - Pça. Ver. Vital Muniz, 01 - Boqueirão.
16/8 - 3ª-f - 19h - Câmara de Santos - Praça José Bonifácio, 1 - Vila Nova. 
17/8 - 4ª-f - 19h - Câmara de São Vicente - R. Jacob Emerich, 1195 - Parque Bitaru.
18/8 - 5ª-f - 19h - Câmara Municipal Guarujá - Av. Leomil, 291 - Centro.
19/8 - 6ª-f - 19h - Igreja Nossa Senhora da Conceição - Av. Rui Barbosa, 1200 – Jardim Laranjeiras - Itanhaém.
20 e 21/8 - Sábado e Domingo - Encerramento da Semana da Família nas Paróquias
23/8 - 3ª-f - 19h - Câmara Municipal de Mongaguá - Av. São Paulo, 3824,Centro.
24/8 - 4ª-f - 19h - Associação Comercial e Industrial de Cubatão (ACIC) - Rua Ceará, 171 - Centro.
25/8 - 5ª-feira - 19h - Câmara Municipal de Peruíbe - R. Nilo Soares Ferreira, 37.
No dia 14/8 celebramos o Dia dos Pais e a Vocação Familiar.
(No dia 13, às 19h30, na Igreja N. Sra. da Lapa, em Cubatão, a missa presidida por Dom Tarcísio Scaramssa,SDB dá início à Semana da Família na Diocese).


Diocese de Santos 


quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Papa aos sacerdotes: misericórdia é encontro e perdão



Na sua homilia o Santo Padre sublinhou “dois âmbitos nos quais o Senhor se excede na sua misericórdia”: o encontro e o perdão. O encontro que podemos contemplar “estupefactos” na parábola do Pai Misericordioso. Um encontro que se faz festa numa misericórdia que “restaura tudo” e restitui dignidade. E nós, fazemos festa depois de nos termos confessado? – perguntou o Papa.
O outro âmbito onde vemos que Deus se excede “numa Misericórdia cada vez maior, é o próprio perdão” – afirmou o Santo Padre. “O Senhor deixa que a pecadora perdoada Lhe lave, familiarmente, os pés com as suas lágrimas. Logo que Simão Pedro se confessa pecador pedindo-Lhe para Se afastar dele, Jesus eleva-o à dignidade de pescador de homens” – disse Francisco que revelou qual deve ser a nossa resposta a tanto perdão do Senhor:
A nossa resposta ao perdão superabundante do Senhor deveria consistir em manter-nos sempre naquela saudável tensão entre uma vergonha dignificante e uma dignidade que sabe envergonhar-se: atitude de quem procura, por si mesmo, humilhar-se e abaixar-se, mas é capaz de aceitar que o Senhor o eleve para benefício da missão, sem se comprazer.”
As palavras e os gestos de Jesus fazem “com que se revele aquilo que cada homem e mulher traz no coração” – afirmou o Santo Padre recordando a recusa dos conterrâneos de Jesus de o aceitarem e as palavras do velho Simeão a Maria que profetizava o “sinal de contradição” que é Jesus.
E precisamente onde o Senhor anuncia o evangelho da Misericórdia incondicional do Pai para com os mais pobres, os mais marginalizados e oprimidos, aí somos chamados a escolher, a combater o bom combate da fé” – afirmou o Papa Francisco exortando os sacerdotes a viverem a dinâmica do bom Samaritano que “usou de misericórdia”: “comoveu-se, aproximou-se do ferido, faixou as suas feridas, levou-o para a pousada, pernoitou e prometeu voltar para pagar o que tivessem gasto a mais. Esta é a dinâmica da Misericórdia, que encadeia um pequeno gesto noutro e, sem ofender nenhuma fragilidade, vai-se alargando aos poucos na ajuda e no amor” – disse o Papa.
Os sacerdotes, são testemunhas e ministros da Misericórdia cada vez maior do nosso Pai – afirmou o Papa Francisco dizendo aos sacerdotes para se identificarem com o povo descartado e a evitarem excessos de “teologias complicadas” ou de “espiritualidades sem compromissos”.
E Jesus vem resgatar-nos, fazer-nos sair, para nos transformar de pobres e cegos, de prisioneiros e oprimidos em ministros de misericórdia e consolação” – afirmou o Santo Padre no final da sua homilia.