domingo, 6 de dezembro de 2015

Artigo Dezembro de 2015 - Padre Aparecido Neres Santana, CSS

Exercitando a Missionareidade




Não querendo mudar o estilo, o método anterior, partimos de um olhar catequético-missionário, do versículo paradigmático (Mt 28,19), que diz “Ide portanto, e fazei que todas as nações se tornem discípulas, batizando-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo”. Neste versículo, temos o centro a “Didaquê”, isto é, do ensino, da instrução na Palavra de Deus e da Doutrina Cristã. Aqui está o paradigma-missionário da Sagrada Escritura. A missão consiste em colocar em chave missionaria toda atividade habitual da Igreja Particular, isto é, todas as atividades, de uma forma especial a catequese, seja adulto , juvenil e infantil  deve ter a centralidade na missão.
Recordamos que a Igreja nasce missionária, nas estradas (Atos dos Apóstolos), nas catacumbas, nas casas. Ela não nasce encastelada, fechada somente em um templo, entre as quatro paredes. O Papa Francisco disse: “procuramos voltar à fonte e recuperar o frescor original do Evangelho, despontam novas estradas, métodos criativos, outras formas de expressão, sinais mais eloquentes, palavras cheias de renovado significado para o mundo atual” (EG). Com toda certeza, não temos outro caminho, está ai a Sagrada Escritura, os documentos da Igreja, todas as Conferencias Episcopais, especialmente a de Aparecida, toda versada, apontando para a missionariedade. 
Portanto, vemos que o DNA da Igreja é missionário, o cristão tem que ter a alma missionária. Por isso, temos que tirar as sandálias do comodismo, da mesmice, da apatia que adoece e enferruja, para colocar as sandálias da humildade e da busca incessante, da perseverança e dos olhos fixos em Jesus peregrino e caminhar com entusiasmo na evangelização de todos.
 Ademais, que neste tempo do Advento, tempo de orar e vigiar deixemo-nos, ser conduzidos pelo Espírito do Senhor, para que o menino Jesus possa fazer renascer a chama da missionariedade em nossos corações. Feliz e Santo Natal.
                                                                                                                                                                                     
1)Quais são as dificuldades em exercer a missionareidade em nossas comunidades?

2)Como colocar todas as nossas atividades em chave missionária?

Padre Aparecido Neres Santana, CSS - ASSESSOR ECLESIÁSTICO para Animação Bíblico – Catequética da Diocese de Santos

Nenhum comentário: